Crítica: Divã

Adoro filmes onde o título é autoexplicado durante o longa… Depois de quase dois meses em cartaz, Divã continua atraindo o expectador para as salas de cinema, talvez puxado pelo fenômeno Se Eu Fosse Você 2. E também pudera: Lília Cabral é uma das atrizes que mais possui uma empatia com/pelo  público e o elenco…

Crítica: Anjos e Demônios

Esse não é o Ron Howard que eu conheço. Diretor de sucessos aclamados pela crítica, como Cocoon (1985), Apollo 13 (1995), Uma Mente Brilhante (2001) e mais atualmente Frost/Nixon (2008), ele não consegue montar um filme tão empolgante quanto fizeram nos pensar que fosse. O que há de bom é que é melhor que O…

Crítica: X-Men Origens: Wolverine

São exatamente 00:25 (horário em que comecei a escrever este post). Cheguei do cinema há uns 15 minutos atrás. É… Me rendi e fui ver ele… Depois de “X-Men: O Confronto Final“, jurei para mim mesmo que eu não iria voltar ao cinema para ver outro filme da franquia X-Men novamente e que, se quisesse…

Crítica: Valozes & Furiosos 4

Odeio quendo vou ao cinema e os ingressos do filme que quero ver estão esgotados. Fui para ver “Anjos e Demônios”, mas, chegando lá, fui obrigado a trocar de opção. E essa era a ÚNICA disponível… Sinopse: Depois de ser visto rumo ao México no filme que deu origem a série, Dominic “Dom” Toretto (Vin…